Cuidando da Mata Atlântica – Projeto Cidadão Cientista

em

Criado em 2014, o Projeto Cidadão Cientista segue a metodologia de ciência cidadã, na qual pessoas interessadas podem observar aves e ajudar a contar os animais, práticas que geram dados importantes para conservar as espécies, já que podemos saber como estão suas populações. Convocando observadores de aves experientes e treinando novos interessados em aprender a observá-las, o projeto ajuda a diminuir o custo dos monitoramentos das espécies e aumenta o contato dos cidadãos com a natureza.

Surucuá-de-barriga-amarela (Trogon rufus) Foto: Ivan Ângelo, retirada do WikiAves

Até 2017, mais de 1.600 pessoas participaram do projeto, e os participantes registraram metade de todas as aves conhecidas na Mata Atlântica. As espécies observadas são registradas no aplicativo e-Bird, que foi criado pelo Laboratório de Ornitologia da Universidade de Cornell, dos Estados Unidos. O projeto atua em quatro estados brasileiros: Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, e conta com o apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.