Diário da Mata Atlântica – O 2º bioma mais biodiverso do mundo

A biodiversidade da Mata Atlântica é incrível. Ela é o 2º bioma mais biodiverso do mundo, abrigando 8% de todas as espécies do planeta. Mas infelizmente, 380 das 627 espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção são encontradas neste bioma. A nossa Mata Atlântica é casa para 5% da flora mundial, abrigando 20 mil espécies…

Diário da Mata Atlântica – Processo de regeneração da vegetação

A floresta secundária da Mata Atlântica, aquela mata que passou por um processo de regeneração da vegetação, possui três estágios de desenvolvimento: estágio inicial, médio e avançado. O estágio inicial é quando a capoeira surge logo após o abandono de uma área agrícola ou de uma pastagem. Esse estágio pode durar de 6 a 10…

Diário da Mata Atlântica – Importância da Mata Atlântica

Sabia que o desmatamento da Mata Atlântica, além de prejudicar os animais, também prejudica a vida das pessoas? Isso porque esse bioma é muito importante para o ecossistema. A Mata Atlântica contribui para a limpeza do ar, a regulação do clima, e a proteção do solo, rios e nascentes, favorecendo o abastecimento de água nas…

Diário da Mata Atlântica – Palmeira-Juçara (Euterpe Edulis)

A palmeira-juçara (Euterpe edulis) é uma planta típica da Mata Atlântica, que desempenha um papel ecológico muito importante para o bioma. Além de regular o fluxo das fontes de água, garantir a fertilidade do solo, e proteger as encostas, seu fruto e semente alimentam cerca de 40 mamíferos e aves. Entretanto, devido a sua grande…

Diário da Mata Atlântica – É o bioma com maior riqueza de aves

Das 22 mil espécies de fauna e flora da Mata Atlântica, estão 891 espécies de aves, sendo que 213 delas são endêmicas, ou seja, vivem exclusivamente nesse bioma. Depois da Amazônia, a Mata Atlântica é o bioma com maior riqueza de aves 😀 Infelizmente, 120 dessas espécies estão em algum grau de ameaça de extinção. E…

Diário da Mata Atlântica – Principais ameaças contra o nosso bioma

Que a Mata Atlântica é a nossa linda casa, isso já sabemos. Porém essa casa incrível sofre com muitas pressões do homem. As principais ameaças são: o impacto ambiental causado pelos mais de 145 milhões de brasileiros que habitam sua área; os desmatamentos causados pela extração de pau-brasil, e ciclos econômicos como o da cana-de-açúcar,…

Diário da Mata Atlântica – Diversidade Cultural

Dentre os 145 milhões de brasileiros que vivem na Mata Atlântica, estão também os povos indígenas, como os Guaranis, e culturas tradicionais não indígenas, como os caiçaras, os caboclos ribeirinhos, os quilombolas e os camponeses. É uma grande diversidade cultural que esse bioma tão rico abriga. Essas populações possuem uma relação ainda mais profunda com…

Diário da Mata Atlântica – Diferença entre a floresta primária e a secundária

Você conhece a diferença entre floresta primária e floresta secundária? Floresta primária é aquela mata intocada, onde as pessoas ainda não provocaram mudanças em suas características originais. A Mata Atlântica primária caracteriza-se por sua grande diversidade biológica, com grandes árvores, e também diversas plantas como bromélias, orquídeas e cactos. Já a floresta secundária é aquela…

Diário da Mata Atlântica – Florestas de araucárias

Na Mata Atlântica existem remanescentes de florestas de araucárias, grande símbolo do sul do Brasil. Essas florestas são consideradas pré-históricas, pois existem há mais de 200 milhões de anos. É um ecossistema adaptado ao clima frio, com geadas, e compartilha o espaço com campos naturais e seus afloramentos rochosos. As florestas de araucária são, provavelmente,…

Diário da Mata Atlântica – O rico solo da Mata Atlântica

Como tudo na Mata Atlântica é muito incrível, com seu solo também não poderia ser diferente. Ele possui um ciclo orgânico ideal, pois a decomposição dos materiais como cascas de frutos, caules e folhas, garantem a reciclagem de nutrientes e a renovação do solo. Ele também é pouco ventilado e extremamente úmido, com pouca presença…

Diário da Mata Atlântica – A poluição dos rios e mares

Dentre tantos animais que sofrem com a poluição dos rios e mares, está a garça-branca-grande (Ardea alba), ave que tem os peixes pequenos como um dos seus principais alimentos. Infelizmente, elas também podem comer plásticos por engano! Assim como as garças precisam de águas limpas, existem cerca de 350 espécies de peixes vivendo nos rios…

Diário da Mata Atlântica – A floresta Ombrófila Densa

As paisagens que a Mata Atlântica possui são incríveis! O bioma é composto por diversos tipos de florestas, sendo uma delas a Floresta Ombrófila Densa, caracterizada pelas árvores de copas altas que formam uma cobertura fechada. Esse tipo de floresta encontra-se principalmente nas encostas da Serra do Mar e ilhas situadas no litoral entre os…

Ameaçados da MA – O tatac (Synallaxis infuscata)

Exclusivo da Mata Atlântica do Nordeste brasileiro, o tatac (Synallaxis infuscata) é uma espécie da ordem passeriforme, que reúne passarinhos de pequeno e médio porte. Infelizmente o tatac sofre com o desmatamento das florestas de Alagoas, Pernambuco e Paraíba, por isso encontra-se Em Perigo (EN) de extinção, segundo a classificação da IUCN. A espécie vive…

Ameaçados da MA – O tapaculo-preto-baiano (Scytalopus gonzagai)

Pouquíssimo se sabe sobre o tapaculo-preto-baiano (Scytalopus gonzagai), pois é uma ave que encontra-se Em Perigo (EN) de extinção pela IUCN, e apenas há relatos dele ser visto no município de Boa Nova, na Bahía. A espécie é endêmica da Mata Atlântica, ou seja, só existe nesse bioma. Uma coisa muito curiosa é o seu…

Ameaçados da MA – Entufado-baiano (Merulaxis stresemanni)

O entufado-baiano (Merulaxis stresemanni) é uma ave pequena e rara que vive em um fragmento de floresta de Mata Atlântica de 3 mil hectares, na divisa de Minas Gerais e Bahia, mas também já foi registrada sua ocorrência no litoral sul da Bahia. A ave possui o tamanho de um sabiá, e recebe esse nome…

Ameaçados da MA – A caburé-de-pernambuco (Glaucidium mooreorum)

Você provavelmente não deve conhecer essa ave, pois atualmente ela está considerada Criticamente Ameaçada (CR), e não há registros dela nas últimas décadas. Essa é a caburé-de-pernambuco (Glaucidium mooreorum), uma ave endêmica Mata Atlântica, ou seja, que só existe nesse bioma. A caburé-de-pernambuco está na lista das 120 espécies e subespécies de aves ameaçadas de…

Ameaçados da MA – O gavião-real (Harpia harpyja)

É com seu olhar imponente, sua beleza deslumbrante e seu tamanho, que o gavião-real (Harpia harpyja) chama tanto a atenção dos visitantes. Essa é uma ave muito forte, tendo a grossura de suas pernas como a do punho de um homem adulto. Além disso, sua envergadura pode chegar a 200 centímetros! O gavião-real é uma…

Ameaçados da MA – A saíra-pintor (Tangara fastuosa)

A saíra-pintor (Tangara fastuosa) vive exclusivamente na Mata Atlântica do Nordeste brasileiro, mais precisamente no litoral dos estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, havendo também relatos de ser avistada em Sergipe e Rio Grande do Norte. A espécie atualmente encontra-se Vulnerável (VU) à extinção, o que significa que, se nada for feito, seu status pode…

Ameaçados da MA – Papagaio-charão (Amazona pretrei)

A população de papagaio-charão (Amazona pretrei) concentra-se em ambientes com florestas de araucárias, já que esse é o principal alimento da espécie. Porém, desde de 2000, o papagaio-charão é classificado pela IUCN como Vulnerável (VU), e o principal fator da diminuição do papagaio foi a grande destruição das florestas de araucárias pela atividade madeireira. Outra…

Ameaçados da MA – Murucututu (Pulsatrix perspicillata)

Esse bonitão aí é o murucututu (Pulsatrix perspicillata), uma coruja que vive em quase todo o Brasil, e na Mata Atlântica é encontrada na região nordestina. Mesmo ela não estando ameaçada de extinção, sua subespécie chamada Pulsatrix perspicillata pulsatrix encontra-se Vulnerável (VU) a extinção pela IUCN. Essa subespécie vive no Leste do Brasil, do estado…

Ameaçados da MA – Papagaio-Chauá (Amazona rhodocorytha)

O papagaio-chauá (Amazona rhodocorytha) é uma espécie que encontra-se Em Perigo (EN) de extinção, e vive no que restou da Mata Atlântica nos estados de Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. É uma espécie de papagaio muito colorida, que possui um bico extremamente forte. Por ter essas características o papagaio-chauá…

Ameaçados da MA – Pararu-espelho (Claravis geoffroyi)

Essa é a pararu-espelho (Claravis geoffroyi). Ela tem este nome por apresentar em suas asas manchas de brilho metálico que lembram “espelhos”, e é possível observar reflexos intensos quando ela bate as asas. Você está vendo somente sua ilustração, pois há anos não existem relatos dela ser avistada na natureza. A ave era pequena e…