10 frutos da Mata Atlântica que você precisa conhecer

Quais são as frutas mais comuns do nosso dia a dia? Maçã, banana, pera, uva, mamão, mas será que essas plantas fazem parte da nossa flora? 

Estamos acostumados no nosso cotidiano com a presença de frutas exóticas, como a maçã, limão e banana, porém temos à nossa disposição diversas frutas que fazem parte da nossa flora, como jabuticaba, goiaba e maracujá que facilmente encontramos nos mercados, feiras ou nos quintais. Mas existem muitas outras frutas nativas com formatos e sabores incríveis e que precisamos conhecer.

E vale lembrar que árvores frutíferas, além de produzir deliciosos frutos, atraem muitas aves para o seu quintal!

Embaúba-branca (Cecropia pachystachya) no Parque Nacional do Iguaçu. Foto: Peter Marting, no iNaturalist.

1. Ameixa-da-mata (Eugenia candolleana)

A ameixa-da-mata é mais comum no litoral, entre o estado do Rio de Janeiro e Bahia. A ameixa-da-mata é pequena, mas cheia de polpa, e a sua aparência é bem parecida com a jabuticaba. Ela frutifica só no verão, então se você encontrá-la, não perca a oportunidade de experimentar.

Árvore e detalhes dos frutos e folhas da ameixa-da-mata. Fotos: Bruno Argovia, no iNaturalist.

2. Araçá (Psidium cattleyanum )

O araçá tem um sabor parecido com o da goiaba, porém um pouco azedo. É uma ótima planta para se ter no quintal pois tem um crescimento rápido e atrai muitos pássaros.

Detahes da planta e do araçá. Foto: Grace, no iNaturalist.

3. Cabeludinha (Myrciaria glazioviana)

Fruta nativa da Mata Atlântica, é uma planta que pode ser cultivada tanto em vasos quanto em pequenos quintais.  Conhecida também como jabuticaba-amarela, esse fruto pode ser aproveitado tanto in natura como em sucos, doces e sorvetes. Além de ser um alimento delicioso, possui um grande valor nutricional e diversos benefícios para a nossa saúde!

Detalhes da árvore e do fruto. Fotos: Nelson Wisnik, no iNaturalist.

4. Cambuci (Campomanesia phaea)

O cambuci é azedinho como o limão, rico em vitamina C e pode ser consumido in natura (para aqueles que gostam de acidez) e também em compotas e doces. Sua presença em uma floresta é sinal de que a mata está bem conservada!

A presença do cambuci em uma floresta é sinal de que a mata está bem conservada!

Cambuci. Foto: Arthur Chapman, no iNaturalist.

5. Cambuí (Myrciaria tenella)

O cambuí é uma fruta muito apreciada pelos pássaros e as suas flores são pequenas e muito perfumadas! Seu cheiro é tão gostoso que pode ser sentido à distância e o fruto fornece diversos benefícios terapêuticos, além de ser utilizado em compotas, sucos e bolos.

Cambuí. Foto: Luis Funez, no iNaturalist.

6. Cereja-do-mato (Eugenia involucrata)

Essa fruta possui diversos nomes, então dependendo de onde você mora ela pode se chamar cerejeira-do-mato, araçá, araçazinho, cereja, cereja-do-mato, cerejeira-da-terra, cereja-do-rio-grande, guaibajaí, ibá-rapiroca, ibajaí, ibarapiroca, ivaí ou ubajaí. O fruto é doce e com bastante polpa, bem parecido com a cereja que encontramos nos mercados.

Detalhes das flores (foto de kamanes) e dos frutos (foto de Edson Gasperin), no iNaturalist.

7. Cambucá (Plinia edulis)

O cambucá dá diretamente no tronco da árvore, e é uma árvore frutífera endêmica do Brasil, nativa da zona litorânea da Mata Atlântica. Há quem diga que é uma das frutas mais saborosas do Brasil, por possuir uma polpa suculenta e também amarelo-alaranjada; seu sabor, que lembra o da jabuticaba, é intenso e de um agridoce balanceado!

A cambucá é considerada uma das frutas mais saborosas do Brasil, com sua polpa amarelo-alaranjada muito suculenta e seu sabor intenso, de agridoce balanceado.

Cambucá. Foto: Luís Roberto Silva, no iNaturalist.

8. Guabiroba (Campomanesia xanthocarpa)

A guabiroba possui incidência em áreas de Mata Atlântica e do cerrado. É uma frutinha saborosa e azedinha, rica em vitamina C e que enche o pé entre os meses de dezembro e maio. Além de ser consumida naturalmente, é bastante utilizada em sucos, sorvetes e licores. 

Detalhe da árvore e dos frutos. Fotos: Fabio Valle, no iNaturalist.

9. Pitangatuba (Eugenia neonitida)

A pitangatuba é uma fruta muito suculenta e perfumada, com sabor agridoce, ficando ainda mais docinha quando cultivada ao sol. Muito adaptável, podendo ser plantada em pomares, vasos e jardineiras. Consumida ao natural, em sucos e sorvetes. Também é utilizada na produção de doces e geleias.

Detalhes de frutos e flores de pitangatuba. Foto: Diogo Luiz, no iNaturalist.

10. Uvaia (Eugenia pyriformis)

A uvaia possui um alto teor de vitamina C, tendo a polpa muito delicada e com a casca bem fina, de uma coloração amarelo-ouro. O aroma é suave e muito agradável. Seus frutos são ácidos, e muito utilizados em sucos e compotas, e sua época vai de setembro a janeiro. Essa fruta é também muito consumida por aves, sendo uma espécie de planta utilizada para o reflorestamento de áreas degradadas.

A uvaia é muito consumida por aves, utilizada para o reflorestamento de áreas degradadas.

Detalhe da uvaia. Foto: Mauricio Mercadante, no iNaturalist.

Referências:

https://veja.abril.com.br/saude/conheca-as-superfrutas-da-mata-atlantica-ricas-em-antioxidantes/

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-41904036

https://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/revista-amanha/frutas-da-mata-atlantica-nao-chegam-mesa-dos-brasileiros-11416138

https://www.frutiferas.com.br/cabeludinha

https://www.jardimdesign.eco.br/2015/05/7-sabores-da-nossa-mata-atlantica-em.htm

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
2
+1
4
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0