10 aves que você pode ver em Foz do Iguaçu

Assim como muitas cidades do Brasil, Foz do Iguaçu também faz parte da Mata Atlântica. E até mesmo no centro da cidade podemos avistar diversas aves se alimentando ou dormindo nas árvores espalhadas pelos espaços urbanos. Você também pode procurar pelas aves em sua cidade utilizando as nossas dicas de como você pode identificar aves! Enquanto isso, que tal conhecer algumas que podem ser encontradas na cidade que é casa das Cataratas do Iguaçu?

1. Periquito-de-encontro-amarelo (Brotogeris chiriri)

 

O Periquito-de-encontro-amarelo pode ser avistado em bando e está cada vez mais fácil de ser encontrado no meio urbano. Foto: Diego Carau/INaturalist

Podemos encontrar esse periquito no centro de Foz do Iguaçu, se alimentando dos frutos de palmeiras espalhadas pela cidade. Diferente da maioria das aves que constroem seus ninhos, esse periquito utiliza o oco das árvores para colocar os seus ovos e cuidar dos filhotes.

2. Taperuçu-velho (Cypseloides senex)

 

O taperuçu-velho vive em bandos e durante o dia sobrevoa áreas de mata à procura de comida. Foto: Rodrigo Conte/ INaturalist

O taperuçu-velho ou andorinhão-velho tem um comportamento bem diferente: para evitar que seus ovos sejam atacados por predadores, eles vivem próximos às quedas d’água. Em Foz do Iguaçu, eles fazem seus ninhos atrás das quedas das Cataratas do Iguaçu. No entardecer, eles se lançam contra as quedas para ter acesso aos ninhos, em um lindo espetáculo da natureza.

3. Gaturamo-bandeira (Chlorophonia cyanea)

 

O gaturamo-bandeira é uma ave que chama a atenção por onde passa. Foto: Oscar Neto (Birdwatching Foz)

O gaturamo-bandeira é conhecido por suas cores que lembram a bandeira brasileira, o que lhe dá o apelido de “bandeirinha”. Ele pode ser observado em algumas árvores comendo as frutinhas. Essa ave é pequena (mede cerca de 10 centímetros) e o macho apresenta cores únicas, que o diferencia da fêmea.

4. Papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva)

 

O papagaio-verdadeiro é uma das espécies de papagaio mais conhecidas do Brasil

Em Foz do Iguaçu, podemos encontrar muitos papagaios no Gramadão da Vila A. Todos os dias ao pôr do sol, cerca de 400 papagaios utilizam as árvores desse local para dormirem, e é possível vê-los chegando em duplas ou trios. Assim como o periquito-de-encontro-amarelo, o papagaio-verdadeiro também utiliza o oco das árvores para botar os ovos e cuidar dos filhotes.

5. Guaxe (Cacicus haemorrhous)

 

Além de fazer seus ninhos juntos, os guaxes os constroem em formato de sacos pendurados nas árvores. Foto: Amanda Perin Marcon

O guaxe é muito conhecido por conta dos seus ninhos coletivos, que são feitos pela fêmea com fibras vegetais, em formato de bolsa. Em Foz do Iguaçu, é muito comum observá-los durante a época reprodutiva na Avenida Paraná e no Parque Nacional do Iguaçu.

6. Saí-azul (Dacnis cayana)

 

O saí-azul é encontrado em boa parte da América do Sul, em pares ou junto com outras espécies de aves. Foto: Andre Adeodato/ INaturalist

O saí-azul é uma ave que pode ser observada em bordas de florestas, sempre em pares ou pequenos grupos na busca por alimento. Essa espécie apresenta dimorfismo sexual, o  que significa que macho e fêmea possuem colorações diferentes. As penas do saí-azul macho são azuis brilhantes e pretas na região da garganta; já as fêmeas possuem plumagem verde pelo corpo, enquanto cabeça e ombros são azuis.

7. Martim-pescador-verde (Chloroceryle amazona)

 

O martim-pescador pode ser encontrado em galhos próximo à água. Foto: Adrian Braidotti/ INaturalist

O martim-pescador-verde é uma ave que chama muito a atenção por conta das suas cores e pelo seu bico, cujo formato inspirou a criação do trem-bala japonês. Uma curiosidade desta ave é que, para fazer seu ninho e colocar os seus ovos, macho e fêmea fazem buracos em barrancos ou próximos de riachos, e esses ninhos podem ter de 1 a 2 metros de profundidade!

8. Alma-de-gato (Piaya cayana)

 

O alma-de-gato pode ser encontrado em grande parte do Brasil e da América latina. Foto: Sonia E. Galván Dávila/ INaturalist

O alma-de-gato é conhecido por suas longas penas na cauda e pelo seu canto que lembra o gemido de um gato. Além disso, ele também imita outras espécies de aves, como o bem-te-vi. Alimenta-se de insetos, inclusive de lagartas venenosas!

9. Gralha-picaça (Cyanocorax chrysops)

 

As gralhas-picaças são famosas por conseguirem produzir em torno de 25 vocalizações diferentes, inclusive imitando outros animais

Próximo à mata, é muito comum ver bandos com vários indivíduos dessa ave em busca de alimento. Além das suas cores, o que chama muito a atenção são os sons que ela faz, imitando outras espécies de aves e até outros animais!

10. Sovi (Ictinia plumbea)

 

O sovi é uma espécie que adora se alimentar de insetos em pleno voo. Foto: Carlos Alfonso/ INaturalist

Os sovis são comuns em bordas de florestas e podem ser avistados em bandos, geralmente procurando alimento. Alimentam-se principalmente durante o voo, capturando formigas, cupins e outros insetos em revoada! Por isso, também é chamado de gavião-pega-formiga.

As aves que você viu nessa postagem são apenas alguns exemplos que podem ser encontrados em Foz do Iguaçu, mas a cidade conta com mais de 330 espécies registradas no WikiAves! Então, aventuras e descobertas é o que não irão faltar para você vivenciar em Foz.

Algumas dessas espécies você também pode encontrar no Parque das Aves, além de muitas outras!

Foto da capa: Adrian Braidotti/ INaturalist

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
4
+1
11
+1
1
+1
0
+1
0
+1
0