Veja como agendar uma visita educativa no Parque das Aves

Quando você era criança, se lembra de algum passeio feito com a escola para um parque, zoológico, jardim botânico, planetário ou aquário? É difícil esquecer um dia de passeio escolar: são momentos que sempre lembramos, justamente por saírem um pouco da rotina de sala de aula, conectando ainda mais o que foi estudado na escola e o que estamos vivenciando fora dela. Essas experiências são muito importantes para o nosso aprendizado, ajudando a compreender de forma mais prática questões do nosso dia a dia.

Monitor do Parque das Aves conversando com um grupo de crianças
Os passeios com a escola são momentos que recordamos durante toda a nossa vida

Aqui no Parque das Aves, o Departamento de Educação Ambiental realiza visitas educativas com instituições que vão do ensino infantil ao superior. Por ano, são atendidos em torno de 20 mil alunos, que vêm de vários estados do Brasil, onde trabalhamos uma questão muito importante: a conexão com a Mata Atlântica.

Nós entendemos a importância desses momentos para engajar as pessoas no cuidado com a nossa Mata Atlântica e levar lembranças emocionantes para casa. Por isso, é essencial mencionar alguns pontos para que a visita transcorra com tranquilidade! Pensando nisso, trouxemos informações para ajudar você, professor ou educador, a escolher e planejar a sua visita educativa em Foz do Iguaçu!

Organizando as visitas educativas em Foz do Iguaçu   

As escolas que vem à Foz do Iguaçu tem várias opções de visitas educativas para serem feitas na cidade, e muitas passam somente um dia visitando os locais. Então é muito importante organizar os locais visitados por proximidade, e levar em consideração a duração da visita no local, para evitar atrasos em outros pontos agendados. Por exemplo: o Parque Nacional do Iguaçu é muito próximo ao Parque das Aves, mas mesmo assim é preciso considerar o tempo mínimo de deslocamento dos alunos e da compra dos ingressos na próxima parada, evitando atrasos.

Da mesma forma, não recomendamos marcar visitas no complexo Itaipu no mesmo turno (manhã ou tarde) em que são reservadas visitas educativas no Parque das Aves e no Parque Nacional do Iguaçu, já que o complexo se localiza a 27 quilômetros de distância, e leva uma média de 40 minutos para chegar ao local, que fica do outro lado da cidade.

Verifique o objetivo da sua visita

Quando for agendar uma visita educativa ao Parque das Aves, faça a seguinte pergunta: a minha visita é educativa ou turística? Parece uma pergunta simples, mas faz toda a diferença para atender às suas expectativas em relação aos locais visitados! Afinal, temos 12 roteiros educativos, criados especialmente para atender às diferentes faixas etárias e objetivos pedagógicos variados! As visitas educativas que são guiadas tem duração de 1 hora e meia e de 2 horas. Por isso, é muito importante que, além do objetivo, se leve em consideração a faixa etária e o conhecimento prévio da turma, pois será feita uma abordagem didática sobre determinado assunto. É como uma aula ao ar livre!

Educador Ambiental do Parque das Aves com alunos em frente as sucuris
Nas visitas pedagógicas, o educador realiza uma trilha especial com os alunos

Quando o objetivo da visita é turístico, a questão de horários é mais flexível: não há limite de tempo nem mediação dos educadores ambientais, e a visita acontece de maneira mais contemplativa. Para este caso, recomendamos a opção de Entrada no Parque, na qual a turma é recebida por um educador e, depois de uma apresentação, o grupo poderá fazer a visita sem o educador.

Agendando sua visita no Parque das Aves

O Departamento de Educação Ambiental possui um Programa de Visitas Educativas para todos os níveis escolares, da educação infantil ao ensino superior. Sua visita educativa no Parque das Aves sempre será guiada por um educador ambiental, que conta curiosidades e histórias dos animais do zoológico, fala sobre como podemos ajudar a cuidar dessas espécies quando estão na natureza e ajuda a conectar os alunos com a Mata Atlântica.

Educador Ambiental do Parque das Aves com os alunos em meio a uma trilha na mata
O educador ambiental guia os alunos pelas trilhas do Parque das Aves, explicando como podem ajudar a cuidar das espécies da Mata Atlântica

Essas visitas podem ser realizadas de segunda a sábado, nos seguintes horários: 8h30, 10h30, 13h30 e 15h30. A única forma de agendar uma visita educativa no Parque das Aves é pelo site. Escolha o roteiro da visita, verifique a disponibilidade na agenda, preencha os dados, encaminhe o ofício da instituição e aguarde o e-mail de confirmação da nossa equipe!

Os valores das visitas educativas são específicos para cada cidade ou região. Alunos e professores de instituições de ensino público de Foz do Iguaçu, mediante o agendamento da instituição, não pagam entrada (mediante comprovação). Municípios Lindeiros ao Parque Nacional do Iguaçu e à Bacia do Paraná 3 (BP3) – Lago Itaipu, pagam valores diferenciados, que podem ser consultados no site.

Para conhecer os roteiros de visitas educativas da Educação Básica, clique aqui.

Para conhecer as modalidades de visitas educativas da Educação Superior, clique aqui.

Veja aqui mais dicas importantes para a sua turma aproveitar melhor a visita educativa:



1 – Respeite o horário da visita

Ao fazer o agendamento pelo site, uma pessoa da equipe de Educação Ambiental irá verificar a solicitação de agendamento e, se estiver tudo certo com os seus dados, você receberá um e-mail de confirmação. Nele, constará a data, o horário e a duração da sua visita educativa. Compartilhe esses dados com todos os adultos responsáveis pelos alunos (como outros professores e funcionários da escola, por exemplo). Assim, todos saberão exatamente o que esperar dos educadores  no dia da visita.

Além disso, chegue um pouco antes do horário reservado: assim, você pode comprar os ingressos com tranquilidade e se preparar para a sua visita! Recomendamos respeitar a tolerância de 15 minutos para atrasos, pois demoras mais prolongadas podem impossibilitar a realização do roteiro escolhido. Além disso, os educadores respeitam o tempo de duração da atividade. Dessa forma, podemos ter uma visita mais organizada e mais harmoniosa.

2 – Alimentação no Parque das Aves

Temos um cardápio especial para alunos em visitas escolares, que pode ser solicitado durante o agendamento para fazer lanches no Parque das Aves. Se quiserem, os alunos podem trazer lanches para se alimentar no parque, mas pedimos que eles não sejam consumidos dentro dos recintos dos animais. As aves são muito curiosas, podem pegar alimentos dos humanos e passar mal, já que esses alimentos não fazem parte de uma dieta adequada.

Crianças olhando o cardápio do restaurante do Parque das Aves
Grupos de alunos atendidos em visitas educativas podem solicitar um cardápio especial de alimentação
3 – Fique atento às recomendações

O Parque das Aves se encontra em meio à Mata Atlântica, ou seja a nossa trilha está cheia de plantas e animais. Por isso, é importante tomar alguns cuidados ao visitar! Veja essas dicas:

  • Prefira roupas leves e confortáveis;
  • Use sapatos fechados;
  • Peça aos alunos trazerem garrafas com água (eles podem enchê-las no bebedouro do Parque);
  • Recomendamos o uso de protetor solar e repelente de insetos;
  • Para manter a sua segurança e a das aves, não toque, nem alimente nenhum animal;
  • Não utilize flash em fotos ou vídeos (os olhos das aves são muito sensíveis e isso pode incomodá-las);
  • Não aproxime o bastão de selfie das aves (isso pode incomodá-las);
  • É recomendável a presença de um responsável da escola a cada 12 alunos;
  • Recomendamos que o professor dê apoio ao educador ambiental em questões de disciplina do grupo pelo qual é responsável, ajudando a manter os alunos juntos e andando dentro da trilha estabelecida, para que não se percam no Parque. 
4 – Visitas para pessoas com deficiência

Pedimos que, caso hajam pessoas com deficiência no grupo, sejam mencionadas na hora do agendamento, bem como explicar o tipo de deficiência. Dessa forma, nossa equipe de educadores pode se preparar para que a experiência seja super proveitosa para este aluno!

Mulheres no Viveiro das Araras no Parque das Aves em Foz do Iguaçu
Ao visitar um zoológico, não podemos esquecer que estamos entrando na casa de muitos animais, e por isso, precisamos respeitar e seguir as orientações do local

Vale lembrar que a maior parte dos animais que os alunos irão conhecer durante a visita são resgatados de tráfico, acidentes e maus-tratos. Além disso, alguns nasceram no Parque, e foram enviados de outros zoológicos e criadouros. Dessa forma, quando visitamos o Parque das Aves estamos visitando a casa destes animais, e por isso o ideal é fazer o passeio da maneira mais tranquila e respeitosa possível. Boa visita!

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
0
+1
4
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0