Dedicação e foco no bem-estar animal

Muita dedicação e melhores cuidados aos moradores do Parque das Aves.

Por: Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves

Você que acompanha a nossa rotina diária de atividades aqui nas redes sociais já deve ter notado que há um grande time de colaboradores oferecendo seus melhores esforços para que a vida dos que vivem aqui ou dos que nos visitam seja repleta dos melhores momentos. Para isso o Parque das Aves conta com um grande time, de mais de 250 colaboradores, que trabalham nas áreas técnica, administrativa, de atendimento ao público, de manutenção entre muitas outras. Todos imensamente dedicados a manter diariamente um alto grau de bem-estar seja para as pessoas, os animais ou o meio ambiente de Mata Atlântica que nos rodeia.

Equipe de colaboradores do Parque das Aves

Hoje falaremos um pouco mais sobre o time técnico que está envolvido no contato direto com os cerca de 1.500 animais que vivem aqui. Esta equipe, composta por aproximadamente 50 pessoas, é diretamente responsável por promover a melhor qualidade de vida aos mais variados animais de 150 diferentes espécies que aqui vivem, desde pequenos beija-flores e borboletas até aves de maior porte como os flamingos e as harpias. Para atender as mais variadas demandas, um time multidisciplinar de profissionais variados trabalha diariamente entre turnos que se iniciam às 6:30 e encerram às 18:00. Tratadores de animais, médicos veterinários, preparadores de alimentos, biólogos, treinadores de animais, zootecnistas entre muitos outros se revezam entre sete distintas áreas para uma abordagem completa dos cuidados diários necessários aos animais.

As Divisões de Manejo, Veterinária, Nutrição, Bem-estar, Pesquisa, Borboletário e o Núcleo de Conservação tem funções complementares entre si, que contribuem para uma boa qualidade de vida aos animais. Talvez você já conheça parte das atividades destes times, mas gradativamente você conhecerá ainda mais detalhes sobre a atuação de cada uma destas equipes aqui em nosso blog. Neste momento faremos apenas uma breve introdução para que você possa vivenciar as particularidades de cada uma delas futuramente.

Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves

Conheça as áreas que compõe o setor técnico

A Divisão de Manejo tem como principal missão manter animais em ambientes e grupos sociais adequados, aplicando avançadas técnicas de manejo que otimizam o bem-estar dos mesmos, assim como estabelecer protocolos com padrões de excelência para cada atividade rotineira, assegurando altos níveis de conforto aos animais.

Um de nossos tratadores oferecendo a alimentação no Viveiro das Araras

A Divisão de Veterinária por sua vez é responsável pela saúde física dos animais, para tal são realizados procedimentos terapêuticos e preventivos com os animais, seja através do uso de medicamentos ou procedimentos clínicos-cirúrgicos. O hospital veterinário do Parque das Aves está equipado com atuais aparelhos de anestesia inalatória, radiografia, endoscopia, além de um laboratório que realiza exames complementares para diagnóstico e check ups periódicos dos animais. Esta equipe também é responsável pela quarentena do Parque onde são mantidos temporariamente todos os animais que aqui chegam para um monitoramento prévio de sua saúde.

Ligia, chefe da Divisão de Veterinária, em um procedimento com o urutau (Nyctibius griseus)

A Divisão de Nutrição Animal é composta de um time dedicado às atividades de manipulação de alimentos para consumo animal (incluindo recebimento, armazenamento, preparo e distribuição). Esta equipe é responsável pela elaboração diária de aproximadamente 3.000 refeições para os mais variados hábitos alimentares. O consumo anual de rações é de 40 toneladas e mais 60 toneladas de vegetais, carnes e suplementos variados.

Henrique, chefe da Divisão de Nutrição Animal, e o André, encarregado da Cozinha das Aves

O time da Divisão de Bem-estar Animal trabalha exclusivamente dedicado ao oferecimento de itens de enriquecimento ambiental espécie-específicos, que visam atender a demanda comportamental individual dos animais que aqui vivem. Estes profissionais também realizam monitoramentos comportamentais utilizando conceituadas normas de amostragem e registro etológico, que variam de acordo com o objetivo de cada investigação a ser realizada. Este time também realiza sessões de condicionamento operante com reforço positivo que permitem oferecer um maior grau de conforto aos animais pois proporcionam uma maior habituação seja a procedimentos diários, bem como aqueles de rotina clínica preventiva.

Roberta, chefe da Divisão de Bem-Estar Animal, observando os flamingos

A Divisão de Pesquisa é responsável pelo planejamento e apoio a pesquisas científicas que nos permitem frequentemente otimizar ainda mais o conceito de bem-estar animal já tido como prioridade máxima em toda nossa rotina. Esta equipe trabalha em parceria com entidades de ensino superior e nos ajuda a divulgar na comunidade científica os avanços aqui observados para que mais animais em outras instituições também possam ser beneficiados com as descobertas aqui obtidas.

Mathias, chefe da Divisão de Pesquisa, olhando pelo microscópio

O time do Borboletário é responsável pelos cuidados com os beija-flores e os invertebrados que aqui vivem. Eles trabalham na coleta de ovos de borboletas, oferecimento de folhas específicas a alimentação das larvas, monitoramento e manutenção das pupas e borboletas, bem como a preparação de alimentos para as mesmas e os beija-flores.

Juliana, responsável pelo Borboletário, no jardim do Borboletário

O Núcleo de Conservação congrega as contribuições ex situ e in situ para conservação integrada de espécies de aves da Mata Atlântica ameaçadas de extinção. As contribuições iniciam no planejamento das ações, bem como na execução das mesmas seja aqui no Parque das Aves ou no campo, nas próprias áreas de ocorrência destas espécies.

Ben, chefe do Núcleo de Conservação

Agora que você já conheceu de modo geral nosso time técnico, que tal ficar ligada aqui para acompanhar as atualizações periódicas que compartilharemos com vocês? Assim na sua próxima visita você poderá visitar o Parque conhecendo ainda mais detalhes!

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
3
+1
3
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0