Guia Cataratas do Iguaçu: Tudo o que Você Precisa Saber sobre o Parque Nacional


Foto: Flickr – MTur/Zig Koch

As Cataratas do Iguaçu são um dos destinos mais famosos do mundo e indispensáveis para os turistas que amam estar em contato com a natureza. Elas ficam localizadas dentro do Parque Nacional do Iguaçu e foram eleitas uma das Novas 7 Maravilhas Naturais do Mundo.

Neste guia você vai encontrar:

• História do Parque Nacional do Iguaçu
• Principais passeios
• O que levar
• Valores do ingresso
• Mapa do parque

Sobre o Parque Nacional do Iguaçu

Criado em 1939, o Parque é dirigido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ele abriga uma das mais importantes reservas de Mata Atlântica no Brasil. 

Com 1.700 km², o Parque Nacional do Iguaçu é rico em biodiversidade, abrigando espécies ameaçadas de extinção como a onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo e muitas outras espécies da fauna e flora brasileiras. 

Com toda essa variedade biológica somada à beleza das quedas d’água, o Parque foi a primeira Unidade de Conservação do Brasil a ser instituída como Patrimônio Natural da Humanidade em 1986 pela UNESCO.

Como visitar as Cataratas do Iguaçu

A trilha das Cataratas é o passeio mais tradicional do Parque. Com 1, 2 km de extensão em meio à mata, ela oferece uma visão panorâmica das quedas das Cataratas do Iguaçu.

O trajeto é composto por passarelas, degraus e trechos planos, e pode ser percorrido em cerca de 1h30. No percurso existem mirantes para contemplação que permitem uma visão mais próxima da paisagem. Durante o caminho é possível avistar algumas espécies da fauna e da flora da Mata Atlântica, como quatis, gralhas e bromélias.

O Espaço Naipi dá acesso ao elevador e a passarela da Garganta do Diabo – a principal queda das Cataratas do Iguaçu. E, ao final da trilha, há a Estação Porto Canoas, que possui central de serviços, ambulatório, praça de alimentação e restaurante.

Pessoas na passarela da Garganta do Diabo
Foto: Flickr – MTur/Zig Koch

Garganta do Diabo

Com o maior fluxo de água entre as 275 quedas e mais de 80 metros de altura, a Garganta do Diabo é a mais impressionante de todas as quedas. Ela tem forma de “U”, 150 metros de largura e fica exatamente na divisa entre Brasil e Argentina. 

Por conta da sua força, a Garganta do Diabo encanta a todos que se aproximam para vê-la, com uma vazão de mais de 1 milhão de litros de água por segundo.

 

Outros atrativos

O Parque Nacional do Iguaçu não se resume somente às Cataratas: dentro do Parque existem diversas atrações:

Turistas fazendo o passeio Macuco Safari
Foto: Divulgação (Destino Iguassu)

Macuco Safari

R$238,10 | Todos os dias das 09h às 17h30

É um passeio de barco que sobe pelo leito do Rio Iguaçu chegando bem próximo às Cataratas. Tão próximo que todos os que estão no barco tomam um verdadeiro banho nas quedas! É perfeito para renovar as energias!

O passeio é dividido em três partes, sendo a primeira em uma carretinha elétrica que desce cerca de 2 km em meio à mata, seguida de uma caminhada opcional de 600 metros até o local de embarque, onde se inicia a última parte: o passeio de barco. 

Os barcos possuem capacidade para 25 pessoas e saem a cada 15 minutos, e o passeio tem duração total de 2h a 2h30.

Cachoeirismo

R$238,00 | Todos os dias das 09h às 17h30

Este passeio se inicia da mesma forma que o Macuco Safari (porém não inclui o passeio de barco): trajeto de 2 km em meio à mata feito em uma carretinha elétrica até a estação de caminhada. 

No meio da caminhada há o Salto Macuco, uma cachoeira de 20 metros de altura que brota entre rochas milenares. O cachoeirismo é feito em uma descida de rapel pelas rochas que ficam ao lado do salto. 

Rafting + Macuco nas Cataratas do Iguaçu

R$357,10 | Todos os dias das 09h às 17h30

O rafting também começa na mesma estação do Macuco Safari, e logo após o passeio de barco e o banho nas quedas d’água, o visitante desembarca no cais do rafting, onde receberá equipamentos e um treinamento dado por instrutores antes de iniciar a atividade. 

Após o treinamento, o visitante desce com o bote pelas emocionantes corredeiras do Rio Iguaçu até chegar a um trecho de águas calmas, com a possibilidade de um mergulho.

 

Transporte dentro do Parque Nacional do Iguaçu

O Parque possui paradas nos principais passeios e ônibus próprios que circulam no atrativo o tempo todo.

Os turistas podem tomar os ônibus quantas vezes quiserem para se locomoverem no Parque, pois o transporte está incluso no valor do ingresso.

>> Confira aqui o mapa do Parque Nacional do Iguaçu <<

O que levar para as Cataratas do Iguaçu?

Além de itens básicos, como

• Protetor solar
• Repelente
• Água
• Calçados e roupas confortáveis

Recomendamos também levar uma muda de roupa extra, capa de chuva e capinha para celular/câmera para garantir que seus pertences não se molhem durante os passeios.

 

Valores* e Horário de Funcionamento

O Parque Nacional do Iguaçu abre todos os dias do ano, das 9h às 17h. Os valores das entradas, incluindo o transporte dentro do Parque + Trilha das Cataratas, são:

• Entrada Integral (a partir de 12 anos): R$ 70,00 | Crianças (2 a 11 anos): R$ 11,00
• Entrada Mercosul (a partir de 12 anos): R$ 55,00 | Crianças (2 a 11 anos): R$ 11,00
• Entrada Brasileiros (a partir de 12 anos): R$ 41,00 | Crianças (2 a 11 anos) e Idosos (a partir de 60 anos) R$ 11,00

Os valores dos demais passeios são pagos à parte e você pode adquiri-los na bilheteria do Parque ou on-line.

*Valores referentes ao mês de novembro/2019. Os valores podem sofrer alterações sem aviso prévio.

 

Visitando as Cataratas do Iguaçu e o Parque das Aves no mesmo dia

 

Mulher no Viveiro das Araras, no Parque das Aves
Foto: Acervo Parque das Aves

O Parque das Aves, um Centro de Conservação de Aves da Mata Atlântica e o atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu depois das Cataratas, fica a poucos metros de distância do Centro de Visitantes do Parque Nacional do Iguaçu, sendo possível ir a pé de um ao outro e visitar os dois atrativos no mesmo dia. 

Nossa sugestão para aproveitar melhor o tempo é iniciar o dia visitando o Parque das Aves. O atrativo abre às 8h30 e você consegue entrar no Parque até às 17h.

A caminhada e as trilhas de acesso aos viveiros levam de 1 a 2 horas para serem visitadas com calma. Depois disso, o visitante pode seguir para o Parque Nacional do Iguaçu e aproveitar o restante do dia por lá.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos!