Um centro de conservação integrada de espécies da Mata Atlântica enquanto zoológico moderno

Quando os zoológicos foram criados, eles tinham a finalidade exclusiva de ser um centro de lazer. Entretanto, depois de muito tempo, essa percepção mudou. Muitos zoológicos ao redor do mundo passaram a adotar uma nova postura, engajados na missão de conservar e assegurar o bem-estar dos animais que abrigam, além de conscientizar seus visitantes da necessidade de preservar o meio ambiente. Ou seja, os zoológicos mudaram, e ainda estão mudando.

E o Parque das Aves é um desses zoológicos que, como um centro de conservação integrada de espécies da Mata Atlântica, trabalha muito bem os quatro pilares de um zoológico moderno: conservação, educação, pesquisa e lazer.

Nova atração do Parque das Aves, que convida o visitante a ficar mais próximo das araras enquanto participa de uma campanha para conservar a Mata Atlântica e seus habitantes.

A conservação é o pilar mais importante, e o Parque das Aves tem como objetivo focar seus esforços para salvar espécies ameaçadas de extinção do bioma Mata Atlântica, o segundo mais biodiverso do planeta. Participa de programas de conservação, como o Projeto Jacutinga, Projeto Papagaio-chauá, Projeto Papagaio-verdadeiro, entre outros. Também realiza reprodução para conservação de espécies que precisam de uma população de segurança, genética e demograficamente viável, que produza animais para possíveis translocações (suplementação e reintrodução) para restaurar populações. Além disso, 52% das aves de seu plantel são resgatadas de tráfico e maus tratos. Essas aves são abrigadas e reabilitadas, e na maioria das vezes precisam de um lar permanente, pois o retorno à natureza não é possível.

O pilar mais importante de um zoológico moderno é a conservação. O Parque das Aves participa e apoia diversos programas de conservação.

Dentro do pilar da educação, o Parque possui um departamento de Educação Ambiental, que é responsável por receber escolas e a comunidade em geral, a fim de formar cidadãos mais conscientes e consequentemente uma sociedade mais preocupada com questões ambientais. A cada ano, a equipe recebe mais de 35 mil alunos, além de realizar treinamentos com professores.

A Educação Ambiental é um pilar muito importante da atuação do Parque das Aves. Por ano, 35 mil estudantes participam de um dos programas do Departamento de Educação Ambiental do Parque.

A pesquisa também é um dos pilares adotados. O Parque conta com uma equipe de veterinários especializados em medicina de aves, sendo que um deles foca seus esforços na pesquisa, levantando dados e compilando informações que são publicadas e servem de instrumento para outros profissionais. E isso contribui para que se possa estar constantemente melhorando as práticas pertinentes à conservação e bem-estar dos animais sob cuidados humanos. A divisão possui diversos trabalhos publicados em manejo, reprodução e nutrição animal.

O pilar da pesquisa é fundamental para compartilhar descobertas e informações entre zoológicos e a comunidade científica.

Por fim, o Parque das Aves também trabalha o lazer. Desde sua inauguração encanta milhares de visitantes de diversos países do mundo, que de forma direta são responsáveis por financiar o trabalho que o Parque realiza. Recebendo cerca de 800 mil pessoas por ano, tenta de todas as maneiras sensibilizá-las para se tornarem defensores da natureza.

Os visitantes do Parque das Aves têm um papel fundamental no trabalho realizado pela instituição.

Estes 4 pilares de ação são extremamente relevantes, e uma vez que funcionam com efetividade, permitem que um zoológico desempenhe um papel ainda mais importante na conservação de espécies, seus habitats e na conscientização de seu público e de toda uma sociedade.

 

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
1
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0