Parque das Aves na Expedição Espírito Santo: harpias à vista

Por: Dra. Yara Barros (Chefe da Divisão de Conservação do Parque da Aves)

Sempre adorei harpias.

Temos um casal aqui no Parque das Aves que absolutamente me encanta, mas nunca havia me envolvido diretamente com a conservação da espécie. E este ano o Projeto Harpia, que faz um trabalho sensacional com a espécie há 20 anos, avaliou que existe a necessidade de incluir um componente ex-situ no Projeto, tanto para criar uma população de segurança em cativeiro quanto para criar uma rede de segurança para harpias que são resgatadas machucadas ou que são apreendidas, e tentar reabilitá-las para que retornem à natureza.

Dra. Yara em trabalho de campo no Projeto Harpia

Quando a equipe do Projeto Harpia me convidou para assumir a coordenação deste componente ex-situ, foi uma alegria imensa (mesmo), e uma responsabilidade que aceitei feliz da vida. É muito bacana que o Parque das Aves, que mantém harpias, possa trabalhar agora diretamente com sua conservação.

Há algumas semanas acompanhei a equipe de campo para a mata da Rebio de Sooretama, no Espírito Santo. A missão era capturar um filhotão em um ninho encontrado na reserva, para anilhar e colocar um rádio transmissor, e assim acompanhar sua movimentação. Será o primeiro filhote monitorado na Mata Atlântica.

Anilhas de identificação do Projeto Harpia

Fui para a expedição feito criança indo para a sorveteria! Nunca tinha visto uma harpia na natureza, e a experiência foi fascinante. Um campo puxado, o ninho 3 km mata adentro, muitas horas diárias de trabalho e equipe saindo da mata à noite exausta, para voltar de novo de madrugada. Mas foi incrível! Pude ver o filhote nas cercanias do ninho e os adultos chegando com presas (macaco, preguiça). O que era uma paixão virou um amor para vida toda.

Dra. Yara fazendo a observação de Harpias que vivem na natureza

Não conseguimos capturar o filhote, mas a equipe vai fazer novas expedições para repetir a tentativa. E por aqui vamos trabalhando para estruturarmos no Parque das Aves um grande centro de resgate e reabilitação de harpias, e fazer tudo o que estiver a nosso alcance para ajudar esta espécie.

O Projeto Harpia está fazendo 20 anos, mas quem ganhou um presentaço fui eu, de poder integrar um projeto tão lindo e cheio de gente competente, dedicada e entusiasmada. A harpia é meu novo “crush”  🙂

Acompanhe o Facebook do Projeto Harpiae fique sempre atualizado sobre o trabalho lindo desenvolvido.

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0