SEGUNDA-FEIRA CONTRA O TRÁFICO | Abrigo e recuperação de Passeriformes no Parque das Aves

Você que já veio aqui no Parque das Aves lembra aquele viveiro que fica no final do passeio, cheio de passarinhos coloridos? Muitas pessoas passam bastante tempo ali na frente, observando as centenas de pequenas aves voarem, se alimentarem e se banharem no pequeno lago. Ele é o Éden, construído há poucos meses para abrigar preferencialmente Passeriformes (a mais numerosa das ordens dentro da classe Aves, composta por aves de tamanho pequeno ou médio) que vieram de CETAS – Centros de Triagem de Animais Silvestres.

img_0409
As aves apreendidas chegam ao Parque em gaiolas, que são destruídas depois que as aves passam para o Viveiro Éden.

Os CETAS recebem animais apreendidos pelo Ibama e outros órgãos ambientais do tráfico de animais silvestres, identificam a espécie, avaliam as aves e as tratam quando necessário, e procuram o destino mais adequado para a ave, que pode ser destinada a zoológicos, mantenedores ou criadouros autorizados, dependendo de sua situação. Mas, muitas vezes, nem todos os animais conseguem ser encaminhados para algum desses lugares e os CETAS, sem ter outra opção, acabam ficando lotados.

O Parque das Aves, sempre que possível, tenta ajudar os CETAS recebendo muitas dessas aves. E foi o que aconteceu com esses Passeriformes do Éden. Como eles não tinham para onde ir, resolvemos recebê-los aqui. Construímos um viveiros somente para eles, todo pensado para ser um espaço aconchegante e que proporcionasse uma vida bacana, com alimentação balanceada, convivência social com outros indivíduos e muitos enriquecimentos ambientais para o seu bem-estar.  No Éden estão hoje 287 aves, de 32 espécies. Dentre elas estão, por exemplo, 7 espécies de sabiás (sabiá-da-mata, sabiá-una, sabiá-poca, sabiá-coleira, sabiá-laranjeira, sabiá-do-campo, sabiá-da-praia) e uma ave ameaçada de extinção, a araponga. Elas são lindas, vivem felizes, mas existem tantas outras em CETAS precisando de ajuda. Infelizmente, o Parque não tem estrutura para abrigar todas as aves resgatadas do tráfico.

unspecified
Visitantes observando aves no Viveiro Éden.

Hoje é a nossa #SegundaContraOTráfico, uma campanha que realizamos todas as semanas com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre o tráfico e a venda ilegal de animais silvestres. Queremos levar essa ideia para o máximo de pessoas, para que os esses animais parem de ser capturados para venda ilegal, e que possam ficar em seu habitat natural. Combata o tráfico, não compre animais ilegalmente, divulgue essa ideia com família, amigos, colegas, todo mundo. Quanto mais propagarmos esta campanha, menos aves serão retiradas de seus habitats naturais. Além disso, vale lembrar que proteger a natureza, não desmatar e conservar recursos faz parte desta campanha também!

 

Como você se sentiu com este conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0